sexta-feira, 31 de agosto de 2012

"I'm on the road"

Eu tenho uma inocência no querer as coisas que é muitas vezes infantil - uma teimosia também. Eu quero, quero muito e, quando consigo, seguro na mão sem saber bem o que fazer. Quando cumpri o sonho que semeei aos 15 anos e saí do país em busca de um recomeço, tudo era um grande e excitante lote de possibilidades. Porém hoje, exatamente 1 ano depois, cá não tenho eu visão tão límpida do que me ocorre ao redor; investindo tempo e dinheiro num plano ainda sem muitas diretrizes, sinto o chão longe dos pés e sigo sem enxergar pra que rumo. Mas só me convenço mais que essa indireção não afeta só a mim e que nem idade ou tempo ditam regra que conserte tanta miopia de vida. Me resta acreditar que ao menos o norte é aqui e, a cada pouco, o caminho se estreita e a nitidez se ajusta.

Foto chupada do Pout! Mademoiselle

E ainda que essa fase não fizesse sentido por si só, insisto em julgar que todo o antes - cada momento, cada pessoa - me trouxe até aqui, hoje, e que o agora é mais uma importante peça numa grande cadeia de eventos. E embora venha me queixando do cansaço e da rotina pesada, todos os dias quando saio de casa me alegro por estar nesta cidade, vivendo todo esse agora.

Um comentário:

© 2008-2017 wando joe [ from joe ]