segunda-feira, 27 de agosto de 2012

"Nothing really matters"

Nunca tive tão pouco controle do meu tempo como agora. Mal fico em casa porque quando não é hora de aula, é hora de expediente; doente de novo, porque não durmo o bastante - eu já não acordo, mas entro em stand by do sono. Minha cabeça perdeu os ciclos como uma bateria viciada e funciona mal: esqueci o aniversário da minha sobrinha, esqueci o aniversário do meu blog, esqueci tanta coisa que até já esqueci. É meio triste.
A cidade é linda lá fora, aqui perto e mais pra longe; mas eu não consigo ir ver. Anders, um novo amigo, dinamarquês, morando aqui apenas há 1 mês tem programas pra cada dia da semana e não perde a chance de conhecer lugares e gentes. Em seis meses eu conheci o metrô, o caminho do trabalho, a George Street e fiz dois amigos. Ou será... nem sei. É meio triste. Eu tento aquilo de "aproveitar ao máximo" mas falho. Eu tenho medo de não fazer bom uso do meu tempo aqui e de repente ser tarde demais. As pessoas se espantam quando eu falo que ainda não fiz tal coisa, ainda não fui a tal lugar... eu também me assusto. Tomas, o amigo holandês disse que eu deveria trabalhar menos, dormir mais... qualidade de vida etc. E eu só ouvindo, pensava "você não entende". Mas e se quem não entende for eu?

...

Um comentário:

  1. Acho que um break de 1-2 dias pra tentar entender não fará muita falta no saldo final. De repente, ajuda a corrigir os rumos. Dorme, meu filho!

    ResponderExcluir

© 2008-2017 wando joe [ from joe ]