sábado, 27 de dezembro de 2014

maior do que na última vez que estive aqui



É 2015. Eu, heim. Ontem não era 2000? É o que eu lembro.

Desde o fim de 2011, eu mal compreendo essa ideia da renovação que se crê chegar com a troca do calendário. Ainda assim, é estranho dar entrada em um novo janeiro sem planejar uma coisa ou dez. É mesmo natural, ou é muito coisa de cultura? O ciclo de um ano que se finda volta pro início - quem garante que não fazemos o mesmo com nossa esperança de mudar estabelecendo metas e voltamos ao ponto zero?

Terminei ano passado enfrentando um problema que, eu sabia, precisava resolver neste ano. As vias foram outras, mas posso concluir 2014 certo de que fui meu melhor amigo, que estive ao meu lado para o apoio que fosse preciso. Como nunca. Eu fui lá, mostrei a cara, tomei decisões que me fizeram crescer. Caí em erros repetidos, consertei erros velhos. Investi em mim, no amanhã e no pra sempre.

Meu eu social amadureceu, de alguma forma. Eu fiz um filme, realizei sonhos. Eu provei coisas e vivi um pouco. Romeu se orgulhou, e eu também. Foram tantos passos adiante mas, agora de volta, parece que dei vários outros passos para trás. É preciso lembrar que meus passos para trás foram de um pé só. Tenho um pé aqui atrás, o outro ficou lá na frente guardando meu lugar. Isto aqui é apenas mais um durante…


Nenhum comentário:

Postar um comentário

© 2008-2017 wando joe [ from joe ]