quarta-feira, 14 de março de 2018

o Jacaré é maravilhoso



E do outro lado, havia o Jacaré. A pérola em meio aos estrondos de janeiro foi a chance de estreitar minha amizade com esse homem; ele me acolheu quando o Marcos silenciosamente me ejetou da sua casa e da sua frente, e muito além, ele me ofereceu todo o suporte que me faltava. Ele me deu injeções diárias de bom ânimo e me levou a novos passeios inesquecíveis, com prazer tal que fazia cada cenário de trilhas, praias e cachoeiras parecer criação sua própria, e o prazer era todo seu de apresentar toda aquela beleza abundante – e com a energia de um garoto! Não media esforços para preencher meu tempo de férias com o máximo de curtas viagens pela ilha, esbanjando a alegria de uma criança no rosto e contagiando a quem o rodeasse.

Voltando de Floripa em julho passado, eu já compreendera que ele era uma pessoa especial. Mas desta vez o que ele fez por mim foi obra de carinho paternal, deste então o guardo nesse lugar, assim como o Romeu em Sydney e os meninos em São Paulo, tenho este novo pedaço de pai em mais um canto do mundo. Que sorte tê-los em vez de.

Em meio à minha queda, o Jaca me presenteou com uma linda mensagem, de próprio punho, que cobria todas os meus buracos daquele momento, e eu gostaria de citar algumas de suas dicas áureas:

• O outro não existe para te agradar.

• A arte de viver sem expectativas e, sim, com perspectiva é a chave para não se frustrar.

• Cure em você o vício da necessidade de aprovação do outro. Só assim, poderá desfrutar da ousadia e confiança natural ao seu espírito.

• Não se deforme ou se descaracterize para tentar "caber" no espaço apertado do pensamento que o outro tem em relação a você. Isso não vai dar certo. Quando você se deforma para agradar alguém, sua luz se apaga e é apenas você que fica no escuro se sentindo perdido.

• Abandone o orgulho e o delírio de acreditar que tudo vai ser como você quer.

• Tudo é passageiro. De perto a vida é uma tragédia, de longe é uma comédia. Daqui a pouco você vai rir de todos os dramas que criou. Pois tudo passa.

• Carência emocional não é a necessidade de receber e, sim, de se dar. Só você poderá suprir suas necessidades emocionais. Projetá-las em alguém é o mesmo que pedir para que alguém se alimente para saciar a sua fome.

Mais uma sorte, conhecer este rapaz. Ele, sim, tem uma linda voz e muito o que dizer, seja com conselhos, com seus passeios, suas pinturas ou suas fotos. Segue o Jacaré no Instagram.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

© 2008-2018 wando joe [ from joe ]