domingo, 7 de setembro de 2008

Criança (dos outros) é muito divertido

Domingo, dia de descansar e ver seriados, e eu num churrasco de família! Só fui porque a situação era excepcional - aniversário da minha avó. Cheguei no momento da oração antes do almoço, e fiquei sentado um pouco distante, esperando aquilo acabar.
Daí que toda a família resolveu parir pra fazer coleção, né? Nisso me chega uma prima de 3 anos (que deve ter me visto umas três vezes nessa vida e que, portanto, não tem a mínima idéia de quem eu seja) e começa a brincar com terra ao meu lado e a puxar papo. Incrível como isso é fácil pra eles. Logo ela me olhou com atenção por um tempo... Primeiro estranhou meus piercings; perguntou por que eu uso brinco. Eu, sem querer explicar demais, disse que "uso porque gosto". Depois perguntou por que eu pinto a unha e respondi que "pinto porque acho legal", ao que ela me avisa que "nem mulher eu sou". Ora, petulância, petulââância! Eu, pra continuar com a moral, disse que "não, mas EU posso pintar". E aí ela devolve:

- "Hum, mas sua mãe deixa?"

Foi nessa hora que eu percebi o quanto a conversa permeava universos diferentes, e nem respondi mais. Alguns minutos depois eu resolvi perguntar o nome do pai dela pra ter certeza do parente em comum. Conversa fluindo (né?!), perguntei:

- Seu pai tá aqui?
- Não, ele tá trabalhando.
- Ah. Ele faz o que?
- Ele trabalha.
- (Metade de um riso)... Sim, mas o que ele faz no trabalho, você sabe?
- Sim... Ele junta dinheiro pra mim!

Aí soltei um riso inteiro... Valeu o churraso em família.
Funny, funny little creatures.

Um comentário:

  1. HAHAHAHAHAHAH!
    Ti fofura de bate-papo!!!
    Adorow esse lugar seu!
    broguio tudaaaaa!
    bezuuuuu

    ResponderExcluir

© 2008-2017 wando joe [ from joe ]