quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Eu; ruim

Num desses momentos em que a gente pára pra pensar na própria vida, reparei hoje que eu me acostumei tão mal a querer o que eu não tenho, me prendendo ao fato de não ter o que desejo com tanta força, que acabo assim, negligenciando o poder daquilo que eu tenho, de fato. Fico burro de modo a não saber pesar a importância dos dois.

O pior é chegar ao ponto de não saber se eu realmente preciso tanto disso ou se apenas aprendi ao longo da vida que preciso desejar isso. Porque quando você estuda Marketing, logo você entende a diferença entre necessidade e desejo.

E, sim, me refiro a um assunto específico.

Um comentário:

  1. Pensar tanto nem sempre é bom, amore...
    O bom é viver um dia de cada vez!
    A grama da casa ao lado sempre PARECE mais verde que a nossa...
    é isso que nos faz sonhar e nos mantém vivos.

    ResponderExcluir

© 2008-2017 wando joe [ from joe ]