domingo, 7 de março de 2010

estranho, eu ( )? (X)!

Hoje vou compartilhar uma coisa íntima e embaraçosa.
Eu nunca namorei, e aí sempre imaginei que seria absurdamente difícil se um dia eu começasse a namorar alguém. Por quê?
Porque eu não seria capaz de fazer sexo com uma pessoa e conviver com ela depois; pensava ser impossível olhar na cara do fulano de novo - como se o sexo fosse letal, como se estragasse tudo para sempre. Eu sabia que só podia ser neura minha, mas não me achava capaz de passar por esse tormento. Sexo é constrangedor por natureza, então como proceder? Sempre tive problemas com intimidade, sem ao menos ter experimentado da tal afundo com outra pessoa. Quem explica?

Bom... Como eu já disse, estou de rolo. E posso contar que isso tudo é bem menos estressante do que eu pintava. É bom dividir um certo nível de afeto, pra começo do assunto. E depois, a coisa flui bem naturalmente, e o que mais te ocupa a mente é o alerta de aproveitar bem cada momento.

Sigo aprendendo essa coisa boa e nova, desse tal de relacionamento.

xx

2 comentários:

  1. Engraçado como tenho os mesmos "sintomas" Joe. Tenho muitos problemas com o tal da intimidade. A coisa é muito foda, é algo que transcede palavras... enfim, porém, quando você está com a tal pessoa, acho que esse problema deixa de existir, pois você tem a certeza que ela é a que te completa.

    Abraços Leo

    ResponderExcluir
  2. Bom, eu nem tenho certeza de que ele me completa. Mas o problema, até agora, tá dando pra levar numa boa.
    Agora, voce é a segunda pessoa que diz passar pela mesma situação, o que me faz perceber que é algo mais comum do que eu imaginava. Alias, eu sequer imaginava que fosse comum.
    Vamos todos seguindo, tentando aprender, ne? Que venham erros, se preciso.

    [j]

    ResponderExcluir

© 2008-2017 wando joe [ from joe ]