terça-feira, 31 de agosto de 2010

Drops de fortuito

Eu acredito que às vezes a vida tira do bolso e nos oferece pastilhas de bom acaso. Tem certas fases em que coincidências agradáveis nos aparecem de surpresa. Sabe quando eu sonho com uma pessoa e dias depois ela me liga? Ou quando eu, por acaso, começo a lembrar de alguém que não vejo há tempos e então esbarro com ele por aí? É quase sobrenormal, e isso deixa tudo com um aspecto mais curioso, mais especial.

Aí teve aquele tal fantasma do passado que eu não via há 3 anos, mas que consegui reatar o contato. Daquele telefonema de julho pra cá, ainda não tinha parado pra marcar de ver o guri.

Ontem foi dia bonito, saí com amigos do peito e ri, sem dar muita atenção pras responsabilidades que me puxavam a orelha e batiam com o dedinho em seus relógios. Hoje, acordei atrasado pro trabalho, mas, mesmo assim, saí de casa mais cedo. Que felicidade a minha de tê-lo feito.

Em meio àquele acúmulo de carros que, como em qualquer dia-feira, engarrafam minha estrada de rotina, avistei o guri querendo cruzar pra minha faixa. Pediu pra entrar na minha frente, mas eu não dei passagem, com um baita sorriso de moleque na cara. Quando me reconheceu, também caiu na risada.
Nada de coração saindo pela boca ou borboletas no estômago, mas, com certeza, senti meu corpo inteiro esquentar. Logo ele saltou com o carro para o acostamento pra dar uma chance ao abraço, enfim. Que felicidade a minha de abraçar aquele garoto!

Falamos brevemente, botamos em dia as principais novidades. E concluímos o reencontro com aquela promessa singela do "eu te ligo e a gente combina alguma coisa". Tem coisa mais a cara do dia-a-dia corrido do que isso? Que merda, mas é o que tem pra hoje.

Já à noite, fiquei repassando o ocorrido no filme da minha memória e pensando sobre o significado do que houve e do que virá. Apavorado. Com receio de que isso possa ser nocivo pra mim como foi uns tantos anos atrás, quando eu era um adolescente.
Mas que felicidade a minha, mesmo assim!

4 comentários:

  1. tu bem sabes que eu ADORO esse encontrinhos, néam?

    e sem falar que são os melhores relatos para o blog heheheh

    =P

    ResponderExcluir
  2. No geral, eu tmb gosto muito;

    Esqueci de comentar o quanto ele tá lindo!

    [j]

    ResponderExcluir
  3. A vida e mega sem graca sem esses acontecimentos!

    Have Fun!

    Guilherme

    ResponderExcluir
  4. Tambem acho, Guilherme. A minha entao, seria uma novelinha do SBT sem esses momentos.
    porem to passando por uma situacao complicada. To muito feliz de ter visto o guri, mas ja to meio mal pelo efeito que ele causa em mim. O que tenho de historia com ele é muito cabuloso,dentro da minha cabeça.
    Te mais.

    [j]

    ResponderExcluir

© 2008-2017 wando joe [ from joe ]