sexta-feira, 8 de abril de 2011

"Carpe Diem Road Trip"

Há alguns dias vi no Box de Séries uma matéria comentando o que eles julgam os cinco beijos gays mais importantes já apresentados em seriados de TV. Eu costumo achar qualquer ranking parcialmente injusto (sempre tem quem é bom e fica de fora), mas concordei com um sorriso nostálgico no rosto quando vi na lista o primeiro beijo do Jack McPhee, ao fim da terceira temporada de Dawson's Creek.

O site considerou a cena como o segundo beijo mais importante, mas na minha lista pessoal ele vem em primeiro, pela lembrança e pelo carinho. Em 2000, quando o episódio foi ao ar, eu tinha 13 anos e começava a lidar com questões de sexualidade. Minha admiração pelo personagem foi crescente, à medida em que sua presença na série tomava mais importância. Mas esta cena em especial me marcou de forma única; foi a primeira vez que vi dois homens se beijarem. Mal poderia descrever o que senti, mas posso dizer que cansei o botão rewind do meu video cassete. A verdade é que cresci muito só de acompanhar o Jack, que seguiu em frente após a frustração de seu primeiro beijo com o Ethan e amadureceu a cada temporada.

Sempre lamentei que esse momento não estivesse eternizado no YouTube apropriadamente (o único vídeo disponível, com péssima qualidade de imagem, é dublado em espanhol). Por isso me dei a tarefa de homenagear esse beijo com um vídeo decente, para que ele não seja esquecido. Para que seja sempre bem lembrado.



Enquanto viver, eu lembrarei.

8 comentários:

  1. Sinto falta dessa sensibilidade que as séries traziam...

    ResponderExcluir
  2. perfeita a sua percepção ... assino em baixo ...

    bjão

    ResponderExcluir
  3. Nunca fico contente também com esses tops. E eu também não consigo me lembrar o primeiro beijo que vi, que me deixou mesmerizado assim. Maldita memória de amendoim...

    Beijo Joe!

    ResponderExcluir
  4. Gostoso relembrar isto. Algumas coisas marcaram a gente de tal forma que acabam determinando o rumo que nossas vidas tomaram daquele ponto em diante. Eu também me lembro de muitas coisas que representaram encruzilhadas na minha vida, e nunca me arrependi da direção que resolvi tomar apesar de todos os percalços que aquela direção representava.
    Muque de Peão

    ResponderExcluir
  5. O primeiro beijo gay que vi na TV foi num clipe da Rita Lee, que havia passado no finzinho do Fantástico... nem lembro mais de qual canção (dois soldados fardados se beijavam). Quase surtei.

    ResponderExcluir
  6. Também cresci muito acompanhando Jack durante a série, me ajudou a ver as questões da sexualidade com maior naturalidade.

    ResponderExcluir
  7. Quando esse beijo foi ao ar, eu mesmo já beijava outros garotos. Você teve mais sorte que eu, Joe. Quando eu tinha 13 anos, vi o filme Filadélfia (Philadelphia), com o Tom Hanks e o Antonia Banderas. E confesso que, de cara, me bateu mais medo ainda do interesse que eu já tinha nos meninos. Aids, homofobia, vida em guetos, tudo isso começava a ser mostrado para mim de maneira mais clara ali. sou da geração que viu Lauro Corona e Cazuza definharem sem entender direito o motivo, porque eu era pequeno. Mas ouvia, principalmente do meu pai, que eles estavam assim porque eram "viados".

    Fico feliz quando vejo pessoas com essa sensibilidade que estou enxergando em vários dos seus posts. Parabéns pelo blog. E obrigado por ter me feito relembrar essa cena.

    ResponderExcluir
  8. Esse beijo é fofíssimo, mesmo que a cena termine mal pro Jack. Eu adorei Dawson's Creek, muito por conta do Jack.

    O primeiro beijo gay que vi em cinema foi "Making Love" ou "Maurice", não lembro bem qual dos dois. Na TV pode ter sido esse que você postou.

    Depois veio "Queer as Folk", "Oz", "Six Feet Under"... e aí foi uma festa. Hehehe.

    ResponderExcluir

© 2008-2017 wando joe [ from joe ]