segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

smart de cu é pau-de-selfie

A caminho do trabalho, eu pego o ônibus cheio, que divido com várias dúzias de outros, ocupados em seus smartphones. A garota sentada à minha frente segue a viagem toda trocando mensagens pelo aplicativo. O guri ao lado não pode deixar de acompanhar o feed do Facebook. A querida lá do banco de trás confere a maquiagem pela câmera do celular, e aproveita pra capturar a selfie do dia. E o senhor à direita, para não cair no sono, disputa consigo mais uma rodada de Candy Crush.

E eu, de pé, me seguro às barras do veículo lotado e, surfando a cada freiada, levo meu tempo pensando. Bem ali no meio da minha cabeça eu vou batendo papo comigo mesmo, repassando ideias, lembretes, desgostos, saudades, vontades, besteiras, achismos, lascívias, apetites. Cretinices.

Vou destraindo a mim mesmo na mente, e prefiro assim. Pra não perder essa chance, no passar corrido dos dias, de dispor de tempo pra mim.

Um comentário:

  1. Eu confesso que no coletivo eu necessito do meu mp3.

    É o meu escape para evitar contato com o mundo externo. Sabe, caso alguém tente puxar assunto ou algo assim.

    ResponderExcluir

© 2008-2017 wando joe [ from joe ]