quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Eu não sei,

a gente acha que, se um dia largar tudo e for pra outro lugar, as coisas podem mudar, então a gente larga tudo e vai. Substancialmente, não há muita mudança, uma hora a gente se dá por vencido e volta para casa, na esperança de que tudo se restaure ao normal e fique bem. Mas nada nunca foi normal, o tudo bem é imaginário. O que está errado não se desfaz ou se abandona num lugar; porque você é parte do problema, e, no seu deslocar, ele viaja junto. Mas é que a gente é ingênuo, você e eu. A gente ainda não aprendeu a ser adulto. Tampouco aprendeu caminho algum. Nem o nome daquela rua no trajeto de rotina, nem o rumo que leve aonde os problemas, enfim, não sigam mais.

2 comentários:

  1. "A gente ainda não aprendeu a ser adulto."
    Às vezes, é como me sinto...

    ResponderExcluir
  2. Serei clichê: não é o lugar mas nós que precisamos mudar.

    Quanto a aprender a ser adulto, difícil achar alguém que o saiba...

    ResponderExcluir

© 2008-2017 wando joe [ from joe ]